Dicas para economizar energia elétrica

Economizar energia elétrica não precisa ser um sacrifício. Confira as dicas, separadas por tipo de aplicação:

 

Ar condicionado

  • Durante o verão, use o ar condicionado racionalmente. Não adianta colocar numa temperatura extremamente baixa se estiver muito calor lá fora (por exemplo, colocar em 16ºC se estiver 30ºC no local). Só irá forçar o aparelho e aumentar seu consumo.
  • Para resfriar o ambiente com eficiência, deixe o ar ligado com ventilação média e numa temperatura entre 4 e 6 graus abaixo da temperatura ambiente. Por exemplo, se lá fora estiver 29ºC, você pode deixar o ar condicionado entre 23ºC e 25ºC que será o suficiente para proporcionar conforto com economia.
  • Use a função “swing” ou similar do ar condicionado (aquela opção que faz as palhetas oscilarem). Isso distribuirá melhor o frio no ambiente, aumentando a eficiência do aparelho.
  • Vedação do ambiente: certifique-se que portas e janelas do ambiente climatizado estão sempre fechadas e que não hajam frestas por onde o ar frio possa escapar. Uma dica é colocar panos enrolados no rodapé das portas durante a noite.
  • Tempo de uso: Se você gosta de dormir até bem tarde, diminua a potência ou desligue o ar condicionado quando acordar ocasionalmente no início da manhã. Se for possível, programe-o para desligar ao fim de algumas horas. Muitos modelos têm funções como “modo ecológico” que diminuem a potência ao longo da noite e desligam automaticamente quando se passam mais de 7 horas. O frio já acumulado no quarto irá manter o conforto.

Geladeira

  • Assim como o ar condicionado, a geladeira não deve ser deixada na potência máxima para não forçar o motor e evitar desperdício de energia. Dependendo da época do ano, regule o suficiente para esfriar sem formar água dentro, conservando os alimentos sem gastar muita energia.
  • Evite deixar a porta da geladeira aberta por mais de 1 minuto. Quanto mais frio escapa, mais o motor terá que trabalhar para compensar.
  • Deixe um espaço de pelo menos 10cm entre a geladeira e os objetos ou paredes que a cercam, do contrário ela não conseguirá dissipar o calor retirado do interior do aparelho, diminuindo a eficiência e aumentando o consumo.
  • Não guarde líquidos ou alimentos quentes na geladeira. Espere esfriar e, se for algum alimento mais sensível, guarde ainda morno, mas jamais quente.

Ventiladores

  • Ventiladores são “ladrões silenciosos” de energia elétrica. É muito comum esquecê-los ligados por muito tempo e, embora o consumo deles seja relativamente baixo, o tempo de funcionamento contínuo pode trazer surpresas desagradáveis em sua conta de luz.
  • Use o ventilador na potência necessária para arejar o ambiente, evitando a potência máxima, que causa aquecimento no motor e aumenta bastante o consumo do aparelho.

TVs

  • Assim como os ventiladores, as televisões gastam energia simplesmente por serem “esquecidas” ligadas. Usar a TV como “companhia” no dia a dia pode causar um consumo desnecessário de energia, afinal cada aparelho dos grandes (os mais comuns hoje em dia) pode gastar até 180W quando ligados, o equivalente a mais de 10 lâmpadas!
  • Se não tiver jeito, afinal você gosta da “companhia” da TV ligada, coloque o brilho da mesma no mínimo durante as atividades diárias e só use o brilho normal quando for efetivamente assistir a um programa.
  • Substitua a TV grande mais usada por uma menor e deixe o “telão” só pra assistir filmes e programas especiais. Quanto maior o aparelho, mais consome.
  • Para economizar nesse quesito de forma radical, simplesmente substitua a TV “tradicional” pela do seu celular, caso o aparelho tenha esse recurso.

Iluminação

  • A melhor forma de economizar na iluminação é usar ao máximo a luz natural. Abra as cortinas, deixe a luz entrar e veja que não será necessário acender tantas lâmpadas.
  • Substitua suas lâmpadas tradicionais pelas de LED. É um investimento aparentemente caro inicialmente, mas como essas lâmpadas consomem muito menos e duram muito mais, esse valor “se paga” em poucos meses.
  • Evite deixar lâmpadas ligadas à toa. Se for um local por onde se precisa passar frequentemente durante a noite, você pode adquirir uma iluminação de LED de tomada, bem fraquinha, só para servir de guia.
  • Para a iluminação externa do seu imóvel instale “timers” ou sensores de iluminação (relés), que acendem as lâmpadas só durante o período da noite, o que trará economia e segurança, afinal uma lâmpada externa ligada durante o dia, principalmente em feriados, é indício de que não tem ninguém em casa.

Chuveiro aquecido

  • O chuveiro elétrico é um dos maiores “vilões” do consumo de energia elétrica, pois assim como todos os aparelhos que realizam aquecimento, exige muita carga para funcionar. O mais prático é diminuir o tempo do banho, pois assim se economiza energia elétrica e água de uma vez só.
  • Use o chuveiro na potência mínima possível, só o suficiente para deixar a água agradavelmente morna. (modo verão)
  • Uma boa alternativa é instalar um aquecedor a gás no chuveiro, a economia é muito grande, mas lembre-se de contratar um profissional capacitado para fazer o serviço, pois vazamentos e má instalação podem representar perigos.

Se você tem alguma dúvida sobre esse assunto ou dica adicional, entre em contato conosco.

Para controlar seu consumo de forma inteligente, use nosso app Conta de Luz Pro.